Granuloma

 

Conceito

 

Também chamada Donavose ou granuloma venério, é a DST causada pela bactéria Dovania granulamatis. Ao contrário das demais DSTs, a donavanose é uma doença bem rara atualmente e que predomina em pessoas de raça negra.

 

Transmissão

 

A donavanose é uma DST de transmissão freqüentemente sexual e sua contagiosidade não é grande. Pode ser contraída não só pelo coito vaginal, mas também pelo anal e pela relação oral, instalando o germe na boca e faringe.

 

Sintomas

 

Cerca de um mês após a incubação da bactéria, surge no local uma pequena elevação da pele ou mucosa (pápula) não dolorosa que vai se transformar em uma ulceração avermelhada, semelhante à couve-flor e que geralmente também não dói.

A lesão pode ser mais de uma e quando vizinhas podem se unir formando úlceras maiores. É característico surgir mal cheiro no local.
 

Podem haver indivíduos assintomáticos, principalmente as mulheres.

A evolução das lesões é muito lenta, mas mesmo assim é comum ver-se pessoas que só procuram auxílio médico após anos de evolução da doença, isso por causa da pouca informação e do baixo nível sócio-econômico dos doentes.

A donovase não adequadamente tratada pode gerar infecção secundária e elefantíase (aumento exagerado, pênis ou saco escrotal). Pode haver estreitamento do ânus (estenose) e em casos mais graves com evoluções mais arrastadas pode se tornar um câncer.

Tratamento

 

O diagnóstico é feito pela história e aspectos clínicos da lesão, podendo-se usar recursos laboratoriais. Sempre observando-se a tríade paciente, parceiro médico, a antibioticoterapia adequada é um sucesso.

Esta moléstia, porém é daquelas que não levam o paciente prontamente ao médico, especialmente baseado na teoria equivocada de que pouco corrimento é normal.

Se houver tratamento inadequado da doença, num prazo mais longo, pode haver ascensão da infecção que pode chegar à bexiga ou até aos rins. Pode também haver passagem do germe para a vagina, causando vaginites e infecções genitais altas (útero, trompas e ovário). Isto, porém é bem mais comum e graves na blenorragia pelo caráter mais agressivo do gonococo.

 

http://www.cefetsp.br/edu/stefanelli/dst/granuloma.htm